Planta Medicinais Ajuda na Saúde?

A natureza é abundante e nos fornece praticamente tudo que é necessário para que possamos viver bem.

Um exemplo disto são as plantas medicinais, que nos beneficiam como medicamentos naturais para quase todos os tipos de doenças.

Apesar da utilização das plantas medicinais ser anterior aos registros escritos da nossa história, a diversidade de ervas e plantas medicinais é tão grande, que ainda não foi possível catalogar todas as espécies.

Estima-se que apenas 10% das espécies foram identificadas, isoladas, testadas e comprovadas em sua eficácia.

As plantas medicinais possuem a predisposição de condensar uma variedade enorme de compostos químicos, um exemplo disso é o aranto, essa planta tem várias funcionalidades que ajuda na cura natural de várias doenças.

Essa composição química é usada para realizar funções biológicas fundamentais de acordo com a sua indicação própria, para defender nosso organismo ao ataque de alguns predadores.

O conhecimento das plantas medicinais foi passando de geração em geração e até hoje não existe uma pessoa que não tenha utilizado ou que pelo menos conheça uma espécie destas ervas.

Quem nunca ouviu falar de um chazinho para a gripe que a mãe ou a vó faziam?

Até hoje ainda encontramos em muitas casas as ervas de forma natural, plantadas nos vasos para serem usadas em alguns casos mais simples. As plantas mais usadas pelos brasileiros são a erva-cidreira, camomila e o boldo.

Porém, com o avanço da utilização das plantas medicinais e a tecnologia, despertou em muitos estudiosos do ramo, o interesse por suas pesquisas identificando as espécies, sua utilidade, eficácia, modo de usar etc.

Atualmente muitas plantas medicinais são comercializadas (desidratadas) e podem ser facilmente encontradas até mesmo em supermercados.

Atendem as mais variadas formas de tratamento de doenças como por exemplo: gripes e resfriados, dores de cabeça, cólicas, hemorroidas, tosse, diarreia, ansiedade, gases, problemas renais, problemas estomacais, impotência sexual e até mesmo uma ressaca.

Quando for usar uma planta para fins medicinais, tenha o cuidado de verificar para qual a finalidade se aplica, sua procedência e o modo de usar.

Apesar de se tratar de um medicamento natural, o processo químico da planta é idêntico ao processo químico dos medicamentos (drogas) convencionais (alopatia).

Por isso você também deve ter cuidado ao fazer uso das plantas medicinais. Eles podem ser muito eficazes se usados corretamente, mas também podem oferecer um efeito nocivo a sua saúde se usado de forma inadequada.

Procure sempre informações e orientações sobre a planta que você vai usar bem como o modo de uso para respeitar as quantidades indicadas. Veja mais detalhes no vídeo abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *