Saúde

Os perigos do clareamento dental

O clareamento dental é uma prática que está se tornando bastante comum entre as pessoas de classe média. Ainda não existem pesquisas oficiais sobre este assunto, mas os odontólogos relatam um aumento expressivo na procura de clareamento dental.

O clareamento dental é feito com a aplicação de produtos químicos específicos diretamente nos dentes.

Com esta popularização o procedimento e o preço dos serviços foram se tornando mais acessíveis.

Porém, o que iniciou como uma opção de oferecer um bonito sorriso e saúde aos dentes passou a ser uma preocupação para os especialistas de odontologia no Brasil.

A venda indiscriminada dos produtos para clareamento dental, direta ao consumidor, pode trazer consequências sérias e danos à saúde.

O uso de produtos químicos (conhecido como peróxidos) deve ser feito com muito cuidado, com escolha do produto correto (fabricante de confiança), dose correta e indicação individual de acordo com a necessidade de cada caso específico.

O consumo de alimentos e bebidas com alta quantidade de corantes (naturais ou artificiais) afetam a pigmentação dos dentes, assim como má higiene e fatores genéticos.

Com o tempo o tecido que fica por baixo (a dentina) e que determina a coloração, se torna mais denso o que por consequência escurece os dentes.

Algumas pessoas acham que quanto mais produto, mais claros vão ficar os dentes e mais rápido vai ser o resultado. Não é assim que funciona.

Quanto mais tempo de uso e quanto mais forte (concentrada) a solução, maiores serão os riscos.

Os efeitos colaterais podem ser: excesso de sensibilidade, dores, irritação das gengivas, desgaste (corrosão) do esmalte, próteses e restaurações. Os efeitos colaterais de clareamento dental em crianças e adolescentes podem ser mais intensos do que nos adultos.

Nesta busca pela estética e beleza o sorriso não poderia ficar de fora. É louvável a busca por um sorriso harmônico e bonito, com dentes brancos e alinhados, porém, vale lembrar que embora pareça simples, o clareamento dental não é um procedimento puramente estético. Para realizar um clareamento dental é necessário usar de critérios.

Por outro lado, vale lembrar que existem alguns clareadores mecânicos, ou seja, que não usam produtos químicos para clarear os dentes, caso do The Miracle White que dá ótimos resultados.

Normalmente eles são oferecidos em pó mesmo e feitos com produtos naturais muito eficientes para clarear os dentes.

Nesse caso sim, é bastante seguro realizar o tratamento em casa, sem risco de sensibilidade ou de danos à mucosa. Para aprender mais como funciona o Clareamento Dental, assista o vídeo abaixo:

Queda de Cabelo

Alopecia após cirurgia bariátrica

Alopecia ou queda de cabelos é um problema bem comum após a cirurgia bariátrica. Quando a pessoa se submete a este tipo de cirurgia ocorrem muitas alterações fisiológicas e anatômicas no seu corpo. Estas alterações afetam as vias de ingestão prejudicando a absorção dos nutrientes necessários para a saúde dos fios, e por algum acaso isso acontecer e vir as falhas, você pode fazer o uso do make hair que ajuda a tampar as falhas nos cabelos até a recuperação cirurgica.

As adaptações que o corpo precisa passar após a cirurgia podem ocasionar efeito colaterais pós-operatório e a queda dos cabelos é uma delas.

Se isto acontece, provavelmente o médico que acompanha o paciente vai recomendar o consumo de alimentos ricos em proteínas como carne, leite, queijo branco, cereais integrais, feijão, grão de bico e outros. São recomendados também alimentos ricos em zinco que são encontrados nos legumes, amendoim etc.

O problema é que, após a cirurgia, o paciente passa por uma fase de adaptação no processo alimentar bem difícil, pois a ingestão de alimentos fica extremamente restritiva em relação a quantidade.

Nem todos os pacientes que passam pela cirurgia bariátrica sofrem de alopecia, mas como já dissemos é um problema bem comum, visto que seu organismo passa por severas restrições alimentares.

Quando isto ocorre não é definitivo. Geralmente inicia de 3 a 4 meses após a cirurgia e vai até o oitavo mês.

Principais causas

  • Alimentação inadequada pré-operatória

É sempre recomendado que o paciente esteja gozando de plena saúde ao se submeter à qualquer cirurgia, mas principalmente esta que requer uma restrição alimentar bem severa no seu pós operatório. Esta é uma causa que pode ser evitada se o paciente for bem orientado por seu médico evitando assim o problema de queda de cabelos.

  • Alimentação inadequada pós-operatória

Esta é a principal causa da alopecia bariátrica. Após a cirurgia o paciente passa por uma dieta muito restrita que se torna inadequada para absorção das vitaminas e nutrientes que o organismo necessita.

  • Falta de absorção dos nutrientes

Ocorre também apo a cirurgia bariátrica. O organismos não absorve os nutrientes necessários porque ou está recebendo em quantidade muito pequena (não suficientes para manter o organismo saudável), ou também porque acabam desviando do caminho onde eles são retirados prejudicando a saúde dos fios de cabelo resultando na sua queda.

Após a cirurgia bariátrica nem todos os nutriente e vitaminas necessários podem ser adquiridos através dos alimentos.  Pode ser necessário uma complementação alimentar através de suplementos.

O acompanhamento médico é imprescindível tanto antes como após a cirurgia para que o procedimento seja executado com sucesso, saiba mais detalhes no vídeo abaixo:

Impotência

Tudo sobre impotência sexual masculina

A impotência sexual, também chamada de disfunção erétil, é um problema que acontece quando o homem não consegue ter uma ereção satisfatória para que haja penetração. O mesmo vale para os casos em que a ereção até acontece, mas não é possível mantê-la.

Com isso, o homem passa a sofrer problemas de desempenho sexual e isso pode ter sérias consequências em diversos aspectos da sua vida, se você está passando por isso não se desespere, hoje existe estimulantes naturais como o tittanus que ajuda o homem voltar a ter boas ereções, mas a principal dúvida dos homens é sobre tittanus onde comprar, é bem simples, você pode pesquisar por ele no google que você irá encontrar o site oficial do produto.

Causas da impotência sexual

As causas da impotência podem ser bastante variadas, indo desde problemas físicos até problemas de ordem psicológica.

Além disso nem sempre a medicina consegue definir exatamente a origem do problema ou com o que ela está relacionada, mas o fato é que para determinar o tratamento, é preciso antes estabelecer a causa! Veja:

  • Distúrbios de ordem psicológica, como a ansiedade
  • Doenças hormonais, tais como diminuição da testosterona, diabetes, distúrbios endócrinos, entre outros.
  • Doenças neurológicas, tais como Parkinson Alzheimer e lesões na medula
  • Doenças vasculares, que levam ao entupimento dos vasos, tais como aterosclerose, hipertensão e outros
  • Uso excessivo de medicamentos
  • Cirurgias pélvicas
  • Alcoolismo
  • Tabagismo
  • Doença de Peyronie
  • Fibrose dos corpos cavernosos

Fatores de risco para impotência sexual

Fique sabendo que todos os problemas que são considerados fatores de risco para o surgimento de problemas cardiovasculares também podem ser considerados fatores de risco para o desenvolvimento da impotência sexual. São eles:

  • Diabetes
  • Hipertensão arterial
  • Tabagismo
  • Alteração do colesterol
  • Alteração dos triglicerídeos
  • Obesidade
  • Sedentarismo

Isso porque há uma maior necessidade de aumento do fluxo sanguíneo para que o pênis possa ficar ereto. Então, quando a circulação é comprometida por qualquer um desses fatores, pode ocorrer a impotência.

Além disso, também é fundamental considerar alguns outros fatores, tais como a perda da autoconfiança do homem, que pode ser causada pela perda de um emprego, por crises financeiras, aposentadoria, perda de um ente querido e muitos outros fatores.

Tratamento para impotência sexual

Antes de determinar qual o melhor tratamento para a impotência sexual, o médico deve investigar e descobrir a causa do problema.

Se ela for psicológica, por exemplo, como os distúrbios de ansiedade, além de medicamentos, é necessário que haja também um acompanhamento psicológico, para o tratamento da causa.

No entanto, atualmente, podemos dizer que os tratamentos mais comuns incluem o uso de medicamentos como Viagra, Cialis e Levitra, que possuem efeitos colaterais bem sérios.

Porém, existem também medicamentos naturais que podem ter excelentes e sem efeitos colaterais.

Pronto, agora você já sabe tudo sobre a impotência sexual, se quiser saber mais detalhes, recomendamos que assista o vídeo abaixo:

Uncategorized

Dieta da proteína para emagrecer

Emagrecer é o desejo e também a necessidade de muitas pessoas no mundo inteiro. No entanto, nem sempre essa é uma missão simples, não é mesmo?!

A boa notícia é que a dieta da proteína vem se apresentando como uma excelente alternativa para a perda e peso, o bom de tudo é que além dela ainda tem as receitas para secar em 30 dias especialmente para aquelas pessoas que já tentaram quase tudo para mandar os quilinhos embora que funciona muito bem também.

Assim como a maioria das dietas que prioriza o consumo de proteínas, essa dieta elimina o consumo de carboidratos, fazendo com que o organismo possa queimar gordura de forma muito mais acelerada.

O fato é que é enorme o número de pessoas que já conseguiu excelentes resultados seguindo essa dieta e estão muito satisfeitos.

Então, vamos saber um pouquinho mais sobre o assunto logo a seguir.

O que é a dieta da proteína

Como o nome sugere, a dieta da proteína está baseada no consumo de alimentos que sejam considerados uma boa fonte de proteína, tais como ovos e carnes.

Com isso, exclui aqueles alimentos que são fontes de carboidratos, tais como pães, massas e farináceos.

Para que seja possível emagrecer seguindo essa dieta, a alimentação também deve ser pobre em gorduras, usando carnes vermelhas magras, frango sem pele e leite desnatado ao invés de integral.

No entanto, por ser uma dieta mais restritiva, a dieta da proteína pode acabar causando efeitos colaterais importantes, tais como tontura, halitose e dores de cabeça. No entanto, eles tendem a desaparecer depois dos primeiros 3 ou 4 dias.

Alimentos permitidos na dieta da proteína

Como já foi dito, a dieta da proteína permite alimentos ricos em proteínas e também algumas verduras, legumes e frutas que sejam pobres em carboidratos. Veja alguns exemplos:

  • Peixe, carnes magras, presunto magro, ovos
  • Queijos brancos, leite desnatado, iogurte desnatado
  • Couve, acelga, rúcula, alface, chicória, agrião, cenoura, tomate, repolho, rabanete e pepino
  • Azeites
  • Nozes, castanhas e amêndoas
  • Sementes como a de abóbora, de chia, de girassol, de linhaça e outras
  • Limão e abacate

Essa dieta deve ser feita por até 15 dias, depois 3 dias de intervalo e depois mais 15 dias de dieta. Essa série só pode ser repetida depois de 1 mês de intervalo.

Alimentos proibidos na dieta da proteína

Dentre os alimentos proibidos estão os seguintes:

  • Pão, arroz, macarrão, batata doce, batata, macaxeira, farinhas
  • Grão-de-bico, ervilha, milho, feijão, soja
  • Doces, biscoitos, bolos, açúcares, sucos e refrigerantes
  • Água de coco e frutas

Para saber um pouco mais sobre a dieta da proteína, clique aqui e assista a um vídeo.

Viagem

6 itens que não podem faltar em sua mala de viagem

Chegou o momento de tirar férias e viajar? Precisar visitar outra cidade a negócios? Tem dificuldades para arrumar a bagagem? Nesse artigo você pode ver 6 itens que não podem faltar em sua mala de viagem.

Está planejando fazer uma viagem, mas precisa encontrar uma maneira eficiente de arrumar a mala? Apesar de parecer um incômodo, a tarefa de ajeitar suas coisas para antes de cair na estrada, ou voar, é essencial.

Para que esteja preparado para esse momento, vamos mostrar quais itens não podem faltar em sua mala de viagem, assim, você pode sair de casa com a cabeça tranquila.

  1. Documentos 

Nunca esqueça de colocar seus documentos em sua mala, pois eles são de extrema importância. A documentação é a única comprovação que você tem para garantir a sua identidade. Por isso, sempre tenha o RG e, em caso de viagem internacional, o passaporte.

  1. Distração 

Principalmente em caso de viagens mais longas, você não pode esquecer de algo que o faça passar tempo. Para que não se sinta entediado, leve um livro ou séries no notebook.

  1. Câmera

Imagine sair de férias e não ter fotos para guardar de recordação! É como se ficasse faltando algo para completar o passeio. Leve sempre em sua mala de viagem uma câmera para filmar e tirar fotos. Também pode usar o smartphone, mas se tiver uma máquina para isso, fica muito mais interessante.

  1. Carregadores 

Você se imagina hoje em dia desconectado? Creio que não, portanto, nunca esqueça de levar os carregadores para o tablet, para o smartphone ou notebook. Para não correr riscos, também é aconselhável que leve adaptadores para as tomadas, pois a padronização ainda não alcançou todos os destinos.

  1. Protetor solar

Hoje o protetor solar deve ser usado sempre ao sair de casa, imagine se estiver indo para um local ensolarado! Nunca esqueça de levá-lo para proteger a sua pele. Caso fique muito tempo exposto ao Sol, e não passe o creme, suas férias podem trazer algum incômodo.

  1. Kit de primeiros socorros

Você não precisa colocar em sua mala de viagem equipamento para fazer cirurgias invasivas, mas o básico sempre deve estar presente. Tenha uma caixa com alguns medicamentos para dores de cabeça, febre, enjoo, diarreia, entre outros sintomas comuns em viagens. Também é interessante levar repelente e material para pequenos curativos.

O que você achou desses 6 itens que não podem faltar em sua mala de viagem? Eles devem ser levados em seu passeio, pois a falta pode fazer muita diferença na qualidade do seu passeio. Para ter ainda mais ideias, você pode assistir ao vídeo abaixo: