Saúde

5 dicas para prevenir câncer de próstata

Você se preocupa em se prevenir do câncer de próstata? Não sabe como fazer? Então, confira aqui 5 dicas de prevenção.

Já se sabe que cada edição da campanha Novembro Azul,  é focada no combate e nas formas de prevenir o câncer de próstata, que é o tipo mais comum de câncer entre os homens, causando a morte de  28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas.

Por isso, a Sociedade Brasileira de Urologia achou urgente lançar a campanha Novembro Azul, que realiza diversas ações ao longo do mês, visando estimular a população masculina a vencer tabus e preconceitos em relação ao assunto e passar a cuidar da saúde.

Segundo especialistas, é possível prevenir a doença com essas 5 dicas, além disso o cura prost funciona muito bem para prevenir doenças de próstata. Confira:

Vencendo o preconceito

Infelizmente, os anos passam e o preconceito ainda é enorme em relação e talvez seja o principal obstáculo da descoberta e cura da doença.

Quando descoberta aos primeiros sinais, a doença é tratada e curada, mas, do contrário, deixando o preconceito falar mais alto, o que poderia ser tratado, ainda no início, corre o risco de se espalhar para outros órgãos e não ter mais tratamento que possa curar.

Vencendo o preconceito, o paciente pode buscar ajuda logo aos primeiros sinais e  salvar a própria vida.

Se alimentando de forma saudável

Não é de hoje que já se sabe que hábitos ruins, principalmente, alimentares, pode ocasionar uma série de doenças e com o câncer de próstata não é diferente. É fundamental ter hábitos saudáveis e uma alimentação equilibrada para manter o peso adequado, isso irá ajudar a prevenir o câncer de próstata, assim como, várias outras doenças.

Assim, se alimentar com pouca gordura, mantendo uma dieta equilibrada,  é uma ótima forma de combater o câncer de próstata, e outras doenças.

Praticando exercícios físicos regularmente

Já foi comprovado cientificamente que a obesidade, geralmente, resultante de uma alimentação nada saudável e com excesso de gordura, é um grande fator de risco para o desenvolvimento do câncer de próstata, assim como, uma série de outras doenças.

Por isso, é fundamental adotar a prática de exercícios físicos para controlar o peso e, claro, como já foi listado, priorizar uma alimentação saudável.

Abolindo o cigarro

Os tempos mudaram, se até décadas passadas o cigarro era sinônimo de status, hoje ele se transformou em um dos maiores vilões da saúde. Assim, o tabagismo está entre os maiores inimigos da próstata, sendo um grande agravante dessa e outras doenças.

Indo ao médico

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, mesmo quem não apresente sinal algum do problema, até porque o câncer de próstata é uma doença sem sintomas na fase inicial, o aconselhável é, a partir dos 50 anos, procurar um profissional para uma primeira avaliação.

Vale saber que, para investigar um possível câncer de próstata, o paciente tem que passar por dois exames:

  • toque retal ( para avaliar o tamanho, a forma e a textura da próstata),
  • Antígeno Prostático Específico ou PSD ( para confirmar uma possível suspeita é feita uma biópsia).

Porém, vale ressaltar que, embora o primeiro exame seja aconselhável após os 50 anos, quem já tiver caso na família deve começar os exames já a partir dos 45 anos.

Saúde

Os perigos do clareamento dental

O clareamento dental é uma prática que está se tornando bastante comum entre as pessoas de classe média. Ainda não existem pesquisas oficiais sobre este assunto, mas os odontólogos relatam um aumento expressivo na procura de clareamento dental.

O clareamento dental é feito com a aplicação de produtos químicos específicos diretamente nos dentes.

Com esta popularização o procedimento e o preço dos serviços foram se tornando mais acessíveis.

Porém, o que iniciou como uma opção de oferecer um bonito sorriso e saúde aos dentes passou a ser uma preocupação para os especialistas de odontologia no Brasil.

A venda indiscriminada dos produtos para clareamento dental, direta ao consumidor, pode trazer consequências sérias e danos à saúde.

O uso de produtos químicos (conhecido como peróxidos) deve ser feito com muito cuidado, com escolha do produto correto (fabricante de confiança), dose correta e indicação individual de acordo com a necessidade de cada caso específico.

O consumo de alimentos e bebidas com alta quantidade de corantes (naturais ou artificiais) afetam a pigmentação dos dentes, assim como má higiene e fatores genéticos.

Com o tempo o tecido que fica por baixo (a dentina) e que determina a coloração, se torna mais denso o que por consequência escurece os dentes.

Algumas pessoas acham que quanto mais produto, mais claros vão ficar os dentes e mais rápido vai ser o resultado. Não é assim que funciona.

Quanto mais tempo de uso e quanto mais forte (concentrada) a solução, maiores serão os riscos.

Os efeitos colaterais podem ser: excesso de sensibilidade, dores, irritação das gengivas, desgaste (corrosão) do esmalte, próteses e restaurações. Os efeitos colaterais de clareamento dental em crianças e adolescentes podem ser mais intensos do que nos adultos.

Nesta busca pela estética e beleza o sorriso não poderia ficar de fora. É louvável a busca por um sorriso harmônico e bonito, com dentes brancos e alinhados, porém, vale lembrar que embora pareça simples, o clareamento dental não é um procedimento puramente estético. Para realizar um clareamento dental é necessário usar de critérios.

Por outro lado, vale lembrar que existem alguns clareadores mecânicos, ou seja, que não usam produtos químicos para clarear os dentes, caso do The Miracle White que dá ótimos resultados.

Normalmente eles são oferecidos em pó mesmo e feitos com produtos naturais muito eficientes para clarear os dentes.

Nesse caso sim, é bastante seguro realizar o tratamento em casa, sem risco de sensibilidade ou de danos à mucosa. Para aprender mais como funciona o Clareamento Dental, assista o vídeo abaixo: