Impotência

Causas da Disfunção Erétil

Conhecer as  causas da impotência sexual é o primeiro passo necessário para descobrir como resolver a impotência.

  • Qualquer alteração das partes que participam de uma ereção (como: estimulação, desejo sexual, sistema vascular ou neuronal etc.) pode causar a alteração e, portanto, impotência .
  • Alguns problemas de saúde que podem causar impotência sexual (atribuíveis à aparência física) são: hipertensão e doenças cardiovasculares, colesterol, diabetes, obesidade, problemas de fluxo sanguíneo ou síndrome metabólica (intimamente relacionada ao déficit hormonal) ou uso de drogas.

80% dos casos de disfunção são causados ​​por um  déficit hormonal , que pode ser classificado como: leve, moderado ou grave.

O mecanismo considerado responsável pela disfunção erétil na maioria das causas endócrinas é a diminuição dos níveis de testosterona no sangue, que geralmente é acompanhada pela perda do desejo sexual ou da libido , que ocorre quando o homem para de procurar o estímulo. Caso esteja procurando algum produto que ajuda melhorar o desempenho sexual, o v8 big size funciona perfeitamente para resolver esse problema


Às vezes, apesar de sofrer de disfunção sexual, o homem é capaz de ter uma ereção espontânea ou fora do ato sexual, mas quando tenta manter uma atividade sexual em casal, deixa de ter ou manter a ereção.

O problema é que, como diferentes estudos epidemiológicos apontam, é uma patologia subdiagnosticada e subtratada .

Os problemas de ereção podem ser temporários ou permanentes. Um excesso de outros hormônios, como prolactina, cortisol ou hormônios da tireóide, entre outros, também pode causar a diminuição dos hormônios sexuais masculinos. Um sintoma que causa o retorno da disfunção sexual é a perda da libido masculina.



 DISFUNÇÃO POR FALTA DE APETITO SEXUAL

Embora a necessidade de aumentar a libido possa parecer um problema pessoal, na verdade são condições médicas. Ambos podem ser sintomas de problemas de saúde subjacentes de natureza mais grave e, se não forem tratados, podem dificultar o diagnóstico de qualquer doença que você possa sofrer.

É importante ter em mente que sua situação não é incomum e não deve ser embaraçosa, pois a falta de apetite sexual ou baixa libido afeta 20% dos homens e disfunção erétil em metade dos homens acima de 40 anos.

Em muitas ocasiões, a perda de apetite sexualou a libido é o primeiro dos sintomas a aparecer e acaba causando problemas de ereção devido à falta de “humor”, mas está indo para a origem do problema quando pode ser diagnosticado clinicamente e ser tratado adequadamente.

Uma maneira muito simples de detectar quando há um problema de disfunção erétil  é observar as ereções noturnas ou acordar de manhã; se elas desapareceram ou diminuíram, há um problema real de disfunção devido a causas físicas na maioria dos casos.

A perda de libido ou desejo sexual é uma disfunção sexual muito frequente nos homens. Uma das principais causas da diminuição da libido é o SDT (Síndrome do Déficit de Testosterona). O hormônio T é fundamental na manutenção da função sexual nos homens; portanto, os sintomas mais frequentes da SDT são diminuição do desejo e impotência sexual .

Sabe-se que homens com menos desejo sexual têm valores mais baixos de testosterona.



 DISFUNÇÃO SEXUAL CAUSADA POR DÉFICIT HORMONAL

A testosterona é o hormônio masculino por excelência, é o que permite ao homem ter apetite sexual e aumenta ou diminui sua libido. Sem testosterona, o homem seria impotente. Portanto, um baixo nível de hormônio masculino leva a disfunções sexuais. Para realmente diagnosticar a disfunção, recomenda-se um exame físico e analítico para avaliar a glicemia, o perfil lipídico e os dados livres de testosterona.

Quais são os sintomas da impotência?

Dificuldade em obter uma ereção

Ereções fracas ou menos rígidas

As ereções espontâneas da manhã ocorrem com menos frequência

O clímax é atingido em menos tempo ou com uma ereção incompleta

A ereção é perdida pela mudança de postura durante a relação sexual. Estes sintomas são normais e têm uma solução.

Consideramos que há disfunção sexual masculina quando ocorrem todos ou alguns dos sintomas indicados. Todos estão inter-relacionados, e agir em um deles não obtém a solução. Você tem que ir para a causa real, que geralmente é comum a todos.

Impotência

Dicas Para Controlar a Ejaculação

A ejaculação precoce, também chamada de ejaculação precoce, afeta 15 a 30% dos homens pelo menos uma vez na vida. É o distúrbio sexual mais comum com disfunção erétil. Não é uma doença estritamente falando, mas é muito difícil viver para quem a sofre.

Apenas 8% dos homens envolvidos se atrevem a conversar sobre o assunto com o parceiro. A ejaculação precoce não é inevitável, no entanto, e hoje existem tratamentos e soluções para retardar a ejaculação.

Quais são os tratamentos dele? Quais são as causas da ejaculação precoce? Como evitá-lo? Quem consultar? Quais são as consequências para o homem? Qual o papel do parceiro? Respondemos a todas as perguntas que você faz neste guia sobre a ejaculação precoce e seus tratamentos!

Sper Control: Recomendado para combater a ejaculação precoce

Sperm Control é o suplemento mais prescrito para homens que desejam recuperar o controle sobre a ejaculação e interromper a ejaculação precoce.

A principal substância ativa do Sperm Control é a dapoxetina. É uma molécula inibidora seletiva para a recaptação de serotonina, usada principalmente como antidepressivo.

Ao manter sua serotonina elevada,  você ganha confiança, fica menos estressado, fica com menos medo  (ejacular muito rápido, por exemplo …) e, portanto, é mais provável que mantenha uma atividade sexual aumentada.

Ejaculação precoce: definição

Como o próprio nome sugere, a ejaculação precoce é uma ejaculação que acontece muito rápido. A noção de tempo não é realmente importante porque ocorre antes da penetração ou 5 minutos depois, a preocupação é a mesma: não há controle.

As causas da ejaculação precoce

Nem sempre consideramos a causa responsável pelas ejaculações prematuras. Mas na maioria das vezes são causas psicológicas ou biológicas. Vamos explicá-los em detalhes:

Causas psicológicas

A primeira causa mostrada quando um homem sofre de ejaculação precoce é o estresse . O estresse no trabalho, a família, todos os dias, socialmente faz com que os nervos de alguns homens sejam postos à prova. Infelizmente, esse estresse tem um impacto negativo na ejaculação, porque o subconsciente é afetado por esse estresse intenso.

Quando o estresse é o culpado, as ejaculações serão prematuramente intermitentes . Mas se nada for feito, eles podem se estabelecer onipresentes. A ejaculação precoce, quando ela chega, naturalmente estressará o homem. Ele perderá a confiança em si mesmo e terá medo de decepcionar seu parceiro. Portanto, ele se estressará ainda mais no momento da relação sexual e, portanto, ejaculará prematuramente. Este é um círculo vicioso.

Outra causa de ejaculação precoce: os hábitos sexuais do homem . Os jovens são muito afetados pela ejaculação precoce durante a primeira relação sexual. A emoção que é nova para eles explica isso.

Homens que têm pouca relação sexual também podem sofrer porque estão menos acostumados a canalizar sua excitação. Homens que freqüentemente praticam masturbação são freqüentemente afetados pela ejaculação precoce quando têm um parceiro.

Eles têm o hábito de ter o único objetivo de ejacular o mais rápido possível e não satisfazer um parceiro. Portanto, é muito comum que, aos poucos, as ejaculações prematuras sejam espaçadas para não durarem mais.

Em geral, o medo de decepcionar seu parceiro, a busca por desempenho, um parceiro muito empolgante ou empolgado, também são fatores que podem levar a uma perda de controle e, portanto, à ejaculação precoce.

Causas biológicas

Embora as causas psicológicas sejam frequentemente responsáveis ​​pela ejaculação precoce, as causas biológicas também desempenham um papel em alguns homens. Por exemplo, tomar certos medicamentos pode ser responsável pela ejaculação precoce.

Uma inflamação da uretra, dificuldade em descobrir a glande (fimose) , um prepúcio muito curto também são causas apresentadas durante a ejaculação precoce.

Impotência

Tudo sobre impotência sexual masculina

A impotência sexual, também chamada de disfunção erétil, é um problema que acontece quando o homem não consegue ter uma ereção satisfatória para que haja penetração. O mesmo vale para os casos em que a ereção até acontece, mas não é possível mantê-la.

Com isso, o homem passa a sofrer problemas de desempenho sexual e isso pode ter sérias consequências em diversos aspectos da sua vida, se você está passando por isso não se desespere, hoje existe estimulantes naturais como o tittanus que ajuda o homem voltar a ter boas ereções, mas a principal dúvida dos homens é sobre tittanus onde comprar, é bem simples, você pode pesquisar por ele no google que você irá encontrar o site oficial do produto.

Causas da impotência sexual

As causas da impotência podem ser bastante variadas, indo desde problemas físicos até problemas de ordem psicológica.

Além disso nem sempre a medicina consegue definir exatamente a origem do problema ou com o que ela está relacionada, mas o fato é que para determinar o tratamento, é preciso antes estabelecer a causa! Veja:

  • Distúrbios de ordem psicológica, como a ansiedade
  • Doenças hormonais, tais como diminuição da testosterona, diabetes, distúrbios endócrinos, entre outros.
  • Doenças neurológicas, tais como Parkinson Alzheimer e lesões na medula
  • Doenças vasculares, que levam ao entupimento dos vasos, tais como aterosclerose, hipertensão e outros
  • Uso excessivo de medicamentos
  • Cirurgias pélvicas
  • Alcoolismo
  • Tabagismo
  • Doença de Peyronie
  • Fibrose dos corpos cavernosos

Fatores de risco para impotência sexual

Fique sabendo que todos os problemas que são considerados fatores de risco para o surgimento de problemas cardiovasculares também podem ser considerados fatores de risco para o desenvolvimento da impotência sexual. São eles:

  • Diabetes
  • Hipertensão arterial
  • Tabagismo
  • Alteração do colesterol
  • Alteração dos triglicerídeos
  • Obesidade
  • Sedentarismo

Isso porque há uma maior necessidade de aumento do fluxo sanguíneo para que o pênis possa ficar ereto. Então, quando a circulação é comprometida por qualquer um desses fatores, pode ocorrer a impotência.

Além disso, também é fundamental considerar alguns outros fatores, tais como a perda da autoconfiança do homem, que pode ser causada pela perda de um emprego, por crises financeiras, aposentadoria, perda de um ente querido e muitos outros fatores.

Tratamento para impotência sexual

Antes de determinar qual o melhor tratamento para a impotência sexual, o médico deve investigar e descobrir a causa do problema.

Se ela for psicológica, por exemplo, como os distúrbios de ansiedade, além de medicamentos, é necessário que haja também um acompanhamento psicológico, para o tratamento da causa.

No entanto, atualmente, podemos dizer que os tratamentos mais comuns incluem o uso de medicamentos como Viagra, Cialis e Levitra, que possuem efeitos colaterais bem sérios.

Porém, existem também medicamentos naturais que podem ter excelentes e sem efeitos colaterais.

Pronto, agora você já sabe tudo sobre a impotência sexual, se quiser saber mais detalhes, recomendamos que assista o vídeo abaixo: